As principais tendências do setor automotivo para os próximos anos

Quem nunca parou para pensar como será o carro do futuro? Muitas ideias já viraram realidade hoje em dia e, a cada ano, as montadoras prometem novidades. Pensando nisso, separamos para você algumas tendências do mercado automotivo para os próximos anos.

Três tendências chegam com muita força: a redução de emissão de gases nocivos para o meio ambiente, a ampliação da segurança para motoristas e passageiros e a integração total dos carros a internet.

Confira as novidades!


Carros autônomos

Quem mora em grandes cidades, como São Paulo, passa horas por dia dirigindo devido ao trânsito intenso. Uma das inovações que as montadoras já começaram a colocar em prática é o lançamento de um carro com “direção automática”.  Ainda não existe no mercado um carro totalmente autônomo, mas diversas montadoras estão testando essa tecnologia.

Isso significa que logo teremos disponíveis os sistemas de assistente de estacionamento (que manobra o carro), frenagem automática, entre outras. Os carros autônomos funcionarão controlados por um computador que recebe dados de sensores. Como exemplo, podem detectar objetos a uma grande distância. A vantagem é que estes carros são considerados mais seguros do que os dirigidos por pessoas.


Amigo do meio ambiente

Os carros elétricos também estão em alta, já que a indústria automobilística tem tentado  diminuir cada vez mais o impacto da poluição que prejudica o meio ambiente. A previsão é que em 10 anos os automóveis elétricos sejam mais acessíveis, representando um em cada quatro carros vendidos.

Já existem os carros híbridos que possuem um motor elétrico e um de combustão interna, com a gasolina comum. Nestes modelos, o motor elétrico reduz o trabalho do motor de combustão normal, economizando gasolina e também a emissão de partículas e poluentes.
 

Carro conectado

É óbvio que na época da “internet das coisas” os carros passem a estar cada vez mais conectados. E esta é uma das maiores tendências do mercado automotivo. Pode ter certeza que os automóveis estarão 100% conectados, com sistemas atualizados sem a necessidade de levar à concessionária ou oficina.

A previsão é de que até 2024, metade das conexões por redes móveis sejam automotivas, segundo a Machina Research. Os fabricantes já estão desenvolvendo carros com conexão de rede sem fio própria, permitindo a comunicação entre os veículos por meio de Wi-Fi. Assim, em breve, os carros não precisarão mais de aplicativos para calcular rotas e o tempo necessário para um trajeto. Eles farão isso com os seus próprios dados, de forma autônoma.

 

Maior segurança  

Uma outra grande tendência está ligada a segurança de motoristas e passageiros. Agora a regra é produzir carros resistentes mas que sejam mais leves. Isso porque a redução de peso  é especialmente importante pois permite usar menos combustível e, consequentemente, emitir menos gases estufa.

Assim, o novo desafio é conciliar segurança (resistência) e peso do automóvel. Para isso, a indústria está usando materiais como a fibra de carbono, que pesa muito menos mas é extremamente forte, diminuindo os efeitos de um impacto em caso de acidente. Além disso, as montadoras estão investindo em materiais como o alumínio, aço de alta resistência e plástico reforçado com fibra de carbono.

 

Gostou do post? Então, não deixe de conferir nossos próximos conteúdos!

compartilhe:

Outras Dicas e notícias
sobre carros

acompanhe nossas redes sociais
© TgPoli 2019. Todos os direitos reservados