11 3687.5049

Carros elétricos, um novo desafio

20 OUT 2017

Os carros elétricos já são considerados a grande solução para criar um “trânsito limpo”, ou seja, que não polui o meio ambiente com gases de combustíveis fósseis.

Embora atualmente esse tipo de veículo corresponda a apenas 1% da frota global, as expectativas para as próximas décadas são promissoras: estima-se que até 2040 pelo menos 35% dos automóveis vendidos serão elétricos. Essa projeção foi feita pela Navigant Research, empresa de tecnologia energética.

Se as expectativas se confirmarem, não há dúvidas de que o mercado automotivo enfrentará diversos desafios. Veja, a seguir, algumas questões importantes sobre os carros elétricos:

 

Desafio 1: Carros espaçosos e silenciosos, porém caros

 

Veículos movidos à energia elétrica possuem mais espaço interno, até mesmo quando são compactos, uma vez que não necessitam comportar um motor de combustão. E se não existe motor, logo não há escapamento, o que reduz drasticamente o barulho produzido pelo automóvel .

No entanto, como a demanda dos carros elétricos ainda é baixa, o seu custo tem sido pouco atrativo em relação aos veículos tradicionais. Talvez no futuro, quando a fabricação ocorrer em grande escala, os preços serão mais competitivos.

 

Desafio 2: Abastecimento econômico, mas manutenção custosa

A recarga de um carro elétrico custa três vezes menos que um abastecimento com gasolina, álcool ou diesel. Porém, a manutenção desse tipo de veículo ainda é bastante custosa, considerando que suas baterias perdem a validade após 200 mil quilômetros rodados. Fazer a troca da peça a cada vez que ela atinge essa quilometragem, é, sem dúvidas, uma grande desvantagem. Para eliminar esse “empecilho”, os grandes fabricantes de veículos têm investido em pesquisas de criação de novas baterias.

 

Desafio 3: Recargas demoradas e poucos postos de reabastecimento

Atualmente, existem pouquíssimas estações de recarga para veículos elétricos. E nos poucos locais existentes, o abastecimento pode demorar mais de 6 horas! É claro que ninguém quer ficar aguardando tanto tempo para fazer um passeio ou uma viagem.

Por isso, algumas soluções já estão sendo inventadas. Uma delas é a “recarga dinâmica”, em que a energia é transmitida via wireless por meio de um receptor acoplado ao assoalho do veículo. Trata-se de uma tecnologia ainda em fase de testes, mas que poderá ser disponibilizada dentro de 5 anos.

Se você gostou desse artigo da TG Poli, não deixe de conferir os outros conteúdos do nosso blog!

Compartilhe
Outras notícias e dicas da TGPoli