10 sinais que podem indicar que você não dirige bem

10 sinais que podem indicar que você não dirige bem

Você reclama muito das pessoas no trânsito? Se sim, antes de sair por aí apontando os maus condutores é preciso estar atento a tudo o que faz ao dirigir: talvez você também possa ser um motorista que contribua para piorar o trânsito. Com certeza, infrações e excesso de velocidade não são os únicos problemas que levam às cidades a ficarem cada vez mais caóticas durante os horários de pico. Por outro lado, se todos os motoristas se preocupassem em saber como dirigir de forma mais responsável, os acidentes trânsito não seriam responsáveis por tantas mortes no país.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a desatenção do motorista, o excesso de velocidade, a ingestão de álcool, a desobediência à sinalização e as ultrapassagens indevidas estão entre as causas mais comuns de acidentes com morte no trânsito. Entre 2008 e 2016, 368.821 pessoas morreram nas estradas e ruas do país. Os acidentes de trânsito causam 5 mortes no Brasil a cada 1 hora, segundo relatório recente divulgado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

Dá uma olhada na lista com 10 atitudes que você pode cometer e que contribuem para um trânsito ruim. Se você faz alguma dessas, está na hora de rever os seus conceitos!

 

Atitude 1: Não dar seta

Você fica maluco quando alguém se esquece de dar seta antes de entrar? Então você sabe a importância da comunicação no trânsito. Em ruas e estradas, o simples fato de dar a seta antes de entrar numa rua ou na frente de outro motorista evita que alguém bata em seu carro. A seta é obrigatória em diversas situações, apesar de parecer para alguns motoristas que é opcional. Mas sinalizar quando se vai mudar de pista, entrar em um local ou realizar uma ultrapassagem faz parte das leis de trânsito. Não se esqueça!

 

Atitude 2: Não ser cordial com os outros motoristas

Dar preferência para algum carro, ter paciência quando alguém está estacionando ou mesmo facilitar para um motorista entrar na sua frente é sim parte de ser um bom condutor. No trânsito, motoristas que não têm este tipo de atitude causam muitos atrasos, aborrecimentos e até acidentes. É fato de que algumas pessoas têm maiores dificuldades de sair de uma via secundária para entrar em uma mais movimentada. Forçá-las não vai ajudar em nada. Por isso, seja cordial.

 

Atitude 3: Frear quando não é necessário ou bruscamente

Você tem o costume de pisar no freio do nada? Cuidado! Ainda que seja mais comum em descidas, não seja o motorista que está o tempo todo freando. Ao fazer isso, o carro que vem atrás pode não ter tempo de parar e acaba colidindo na sua traseira. Se não tem ninguém atravessando a rua, na frente do carro e nada que exija alguma redução brusca na velocidade, tire o pé do freio. Basta tirar o pé do acelerador ou reduzir as marchas para andar mais devagar ou em um ritmo mais controlado.

 

Atitude 4: Parar no meio da rua

É só por um minutinho? Não importa, os outros motoristas não tem nada a ver com isso. Se quiser parar o carro, ache uma vaga! Isso vale mesmo nas ruas mais tranquilas e quando não tem ninguém vindo atrás de você. Deixar o pisca alerta ligado não resolve a situação. Parar no meio da rua é sinal de que você não dirige bem e de falta de respeito com os demais motoristas.

 

Atitude 5: Segurar o volante incorretamente

Como você segura o volante do carro? Se costuma usar as duas mãos juntas no alto da direção, está errado! Isso porque, em uma situação de emergência, com certeza vai perder o controle do veículo, uma vez que não terá amplitude necessária de movimento para uma manobra rápida. Também não vale dirigir com a cara grudada na direção ou com um braço só. O certo é ter as mãos sempre nos extremos laterais da direção, na chamada posição "15 para as 3" (assim como seriam os ponteiros do relógio marcando este horário), que dá o máximo de movimento e agilidade possíveis para virar o volante.

 

Atitude 6: Usar a embreagem como freio

Nem sempre pisando no freio e, muito menos, usando somente a embreagem. Ela serve para ajudar na troca de marcha nos carros manuais e não para manter o carro parado, combinado?

 

Atitude 7: Deixar o farol alto

Ao dirigir a noite, lembre-se de que o farol alto pode atrapalhar muito os motoristas que dirigem no sentido oposto e também os que estão à sua frente. Ele deve ser usado em locais que não tenham iluminação suficiente, mas devem ser abaixados quando passa alguém.

 

Atitude 8: Dirigir devagar na pista de ultrapassagem

A pista da esquerda deve ser usada por quem está em velocidade alta e deseja ultrapassar os outros carros. Se você quer andar mais devagar, fique à direita. Não, a pista não é sua e você deve dar preferência para quem está mais rápido. Por isso, faça o que é correto e evite que os outros carros tenham que ultrapassar por outras pistas, colocando todos em risco.

 

Atitude 9: Não saber estacionar corretamente

Você sempre tem dificuldade de entrar em vagas na rua? Então precisa mudar isso para ser bom na direção. Estacionar bem faz parte do processo de criar intimidade com o carro. Quem para de qualquer jeito também atrapalha o trânsito.

 

Atitude 10: Não conseguir ficar na faixa

Não conseguir se manter numa faixa só pode deixar os demais motoristas inseguros. É importante evitar mudar de faixa sem que haja necessidade e sempre que for fazer isso é preciso sinalizar e observar se a passagem está livre.

Se identificou com as atitudes acima? Então, tá na hora de mudar de postura para garantir um trânsito melhor para todos. Leia também: 5 mitos e 5 verdades sobre carros, aqui!

compartilhe:

Outras Dicas e notícias
sobre carros

Onde Comprar Produtos TGPoli
acompanhe nossas redes sociais
© TgPoli 2019. Todos os direitos reservados