11 3687.5049

4 mitos sobre carros e acessórios automotivos

05 JUL 2016

O mundo dos carros e acessórios automotivos é cheio de “crenças populares” que, não raramente, confundem diversas pessoas quando o assunto é personalização de automóveis.   Há quem pense, por exemplo, que as peças fabricadas para incrementar a estética automotiva podem “desfigurar” o estilo do veículo, em vez de torná-lo mais arrojado e moderno.

Para que você não se deixe enganar, nós, da TG Poli, resolvemos desmistificar as “lendas” mais famosas sobre acessórios para carros:

#1- Ficará igual a um “carro de tiozão”

Há algumas décadas, o mercado oferecia apenas calhas com design um tanto ”rudimentar”, devido às poucas tecnologias de arquitetura e engenharia automotiva da época.  Por esse motivo, alguns usuários ainda ficam com receio de transformar o seu automóvel em um “carro de tiozão” com a instalação de um acessório.

Felizmente, os designers da atualidade trabalham somente com linhas contemporâneas e harmonizáveis à estética original do carro, seja qual for sua marca e modelo.  Por isso, não há com o que se preocupar... Seu automóvel jamais ficará com um estilo antiquado de anos atrás.

#2- Seu carro terá aquele estilo tunado de “Velozes e Furiosos”

Muitas pessoas associam o termo “acessório automotivo” àquela imagem de carro rebaixado e tunado com apetrechos mirabolantes, no estilo do famoso filme “Velozes e Furiosos”.  No entanto, essa visão não passa de mera imaginação inspirada nos exageros cinematográficos.

Na realidade, existem empresas especializadas em peças para “tunagem” e outras voltadas apenas para acessórios automotivos personalizados. Ou seja: é impossível que seu carro fique como um “possante tunado” ao customizá-lo com longarinas, calhas ou bumpers. O seu carro, suv ou caminhonete ganharão maior valor percebido e ficarão com aparência de um automóvel top de linha.

#3- Você vai estragar a pintura e superfície do veículo

Muitos já deixaram de personalizar seu automóvel por medo de estragos irreversíveis na superfície. Quando adquiridos em revendedores confiáveis, que trabalham com fabricantes renomados, os acessórios automotivos não exigem furos para serem instalados no veículo. Além disso, há opções com área de contato muito bem desenhadas que se encaixam perfeitamente ao carro, o que evita marcas e danos na pintura.

#4- Você não conseguirá vender seu carro

Boa parte das pessoas troca de automóvel de tempos e tempos e há quem pense que os acessórios automotivos atrapalham a futura venda do veículo.  Pois saiba que, ao contrário de desvalorizar, as peças como longarinas, bumpers, calhas e frisos laterais podem aumentar o valor de um carro em circunstâncias de venda.

A razão disso é simples: tais acessórios deixam a estética do automóvel mais incrementada e moderna, um atrativo extra para revenda de seminovos e usados, que podem avaliar não só o bom estado do veículo, mas também seus itens adicionais. E ainda caso o futuro comprador não queira manter as peças, basta retirá-las manualmente, sem grandes complicações.

Agora que desmitificamos todas as “lendas” sobre carros e acessórios automotivos, não há mais desculpas para não conferir o catálogo da TG Poli e buscar o revendedor mais próximo de você. Para esclarecer dúvidas ou solicitar informações, entre em contato conosco.

Compartilhe
Outras notícias e dicas da TGPoli